1

Baseado em HQ pouco conhecida pelos brasileiros, Cowboys & Aliens é a nova obra lançada em 2011 cujos heróis e vilões vieram do universo gráfico. Somente este ano filmes como X-Men: Primeira Classe, Thor, Capitão América e Lanterna Verde cativaram – alguns mais, outros menos (ou talvez nenhum) –, os fãs de quadrinhos e amantes de histórias de super-heróis. O resultado da aventura do diretor John Favreau (de Homem de Ferro 2), que foi apresentada à imprensa do Rio de Janeiro na moderna sala Imax do UCI New York City Center, não é satisfatório. Apesar da competente embalagem visual, o duelo entre as figuras clássicas do velho oeste e seres alienígenas que vieram de algum ponto qualquer do espaço sideral é insosso, por causa do roteiro falho – preso às severas convenções e do ritmo oscilante.

A ficção-faroeste traz elementos bem cuidados do gênero cinematográfico que marcou a carreira de John Wayne e Clint Eastwood: a luz dura da paisagem árida, o embate entre homens carrancudos e vingativos com o identificável semblante de que ‘não têm nada a perder’, e o uso de planos (quase) longos, que destacam os traços de desespero do cowboy; de certa forma, homenageiam um gênero importante do cinema. O início da obra, aliás, é promissor. 

O destemido Jake Lonergan (o 007 Daniel Craig) acorda sem lembrar do próprio passado, com um estranho bracelete no pulso. Na pequena cidade de Absolution, descobre que é um criminoso foragido, que o coronel Woodrow Dolarhyde (Harrisson Ford, de Uma Manhã Gloriosa, com sua unifacetada, porém digna, representação) deseja capturar. Quando uma série de Óvnis ataca a cidade, e mata os habitantes, os rivais e os moradores precisam se unir para combater as estranhas criaturas dos objetos voadores. A bela Ella (Olivia Wilde, de Tron: O Legado) une-se à Jake – motivada por uma ligação misteriosa – e ao grupo, que também recebe o apoio de índios da região, na briga contra as forças do mal.

A boa fotografia – um dos itens técnicos que qualificam a ambientação do velho oeste – e os eficientes efeitos especiais, responsáveis pela mescla de dois mundos (e dois gêneros) no mesmo filme, infelizmente não são capazes de garantir a atenção do espectador, por causa da irregularidade rítmica da narrativa. É pedante o prolongamento da história. O conflito entre grupos rivais, apaches e os ‘brancos’, é desnecessariamente longo, pois secundariza a participação dos aliens.

Além disso, os lugares-comuns e o pieguismo excessivo são vastos, e comprometem o humor que se estabelece em alguns momentos – Harrisson Ford no papel do ranzinza coronel Dolarhyde protagoniza as melhores tiradas cômicas. Há o garotinho choroso que precisa enfrentar desafios e constatar a fase embrionária de sua própria coragem, o flerte açucarado e sem química entre Jake e Bella – personagem confusa, cuja beleza não é suficiente para torná-la carismática –, e lições de moral proferidas à exaustão. A humanização de personagens é correta em todas as propostas narrativas. Em Cowboys & Aliens, contudo, há exagero.

Com as paisagens rústicas, não há como não recordar da participação de Harrisson Ford em Indiana Jones. O novo James Bond, Daniel Craig, com seu jeito durão, e a incrível resistência às pancadas que sofre, nos remete ao primeiro filme interpretado pelo ator na série 007. É uma pena, porém, que o encontro de interessantes atores de aventuras seja em um filme que carece de itens essenciais nesse gênero. Ritmo e diversão.




Cowboys & Aliens (Cowboys & Aliens) – 118 min
EUA, Índia – 2011 
Direção: Jon Favreau
Roteiro: Roberto Orci, Alex Kurtzman, Damon Lindelof, Mark Fergus, Hawk Ostby
Elenco: Daniel Craig, Harrison Ford, Olivia Wilde, Sam Rockwell, Adam Beach, Paul Dano, Noah Ringer

Estreia: 09 de setembro.

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter

Postar um comentário

  1. uma pena a idéia de misturar Ficção com Faroeste não tenha da do certo nesse filme!Harrison é o lendário "Indiana Jones"e nem com seu carisma salva o filme!pelo menos tem a nudez da belissima Olivia Wilde!!Marcos punch.

    ResponderExcluir

 
Top