0

Um triângulo amoroso e um mistério acerca da autoria de um livro estão no centro de 180º, longa de estreia do diretor Eduardo Vaisman. Eleitor melhor filme pelo júri popular em Gramado 2010 e convidado para diversos festivais ao redor do mundo, tem tido boa receptividade, apesar de ser um drama urbano intimista, gênero pouco comum no cinema brasileiro.

A história gira em torno de Russel (Eduardo Moscovis, de Cabeça a Prêmio), Anna (Malu Galli) e Bernardo (Felipe Abib), três jornalistas que optam por seguir caminhos diferentes em suas vidas profissionais e pessoais. Russel deixa seu importante cargo na editoria de política para se dedicar a plantar laranjas, ocupação herdada de seu pai. Anna abre uma editora, e Bernardo, seu estagiário e amigo do casal, torna-se escritor de sucesso.

Se a decisão de mudar de carreira mostra-se acertada para os três, do ponto de vista pessoal há muita coisa não resolvida: Anna, que no início tinha um relacionamento com Russel, é deixada por ele e se envolve com Bernardo, que se torna um autor literário bem-sucedido com um livro escrito a partir de um bloco de anotações encontrado por acaso, cujo verdadeiro autor ele desconhece. Velhos ressentimentos, que pareciam superados, podem ressurgir quando o dono do bloco for localizado.

O argumento, bem interessante, algumas vezes quase se perde no texto descuidado, principalmente no início, com falas parecendo improvisadas. As interpretações seguras dos três atores principais, porém, amenizam este problema. Mas o grande trunfo de 180º é a montagem de Ana Teixeira, que nos leva para frente e para trás o tempo todo, ora explicando, ora embaralhando ainda mais a narrativa,  criando uma espécie de quebra-cabeças que só será totalmente completado no final.

Tecnicamente irrepreensível, com bela fotografia e trilha sonora, 180º não chega a representar  uma mudança radical na cinematografia brasileira, mas é sem dúvida uma saudável contribuição para ampliar o espectro de temas e abordagens, através do olhar sensível de Vaisman, que já havia sido anunciado em Dadá, que recebeu o prêmio de melhor curta-metragem no Festival do Rio 2002.

Por: Gilson Carvalho


Trailer - 180º por CinemaNaRede  no Videolog.tv.

180º – 90 min
Brasil – 2010

Direção
: Eduardo Vaisman
Roteiro
: Cláudia Mattos
Elenco
: Malu Galli, Eduardo Moscovis, Felipe Abib 

Estreia: 16 de setembro
Em cartaz no Festival do Rio 2011

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top