0

Uma história que se mostra aos poucos e só faz aumentar o suspense no qual está envolta; assim é Tudo Ficará Bem: quanto mais se sabe, mais dúvidas se tem, até que abruptamente tudo é revelado. Por esse motivo, esse é um filme daqueles que quanto menos se souber antes, melhor. Se você é daqueles que gosta de assistir uma obra exatamente do jeito que o diretor a preparou, pode pular os próximos dois parágrafos, mas se resolver lê-los, pode ter certeza de que o suspense do filme não será diminuído.

Em Tudo Ficará Bem, logo se percebe que Jacob Falk (Jens Albinus) é um artista, mas sua profissão exata é misteriosa; ele parece ser escritor, já que está trabalhando em um roteiro, mas suas maquetes e sua bela casa também sugerem que ele seja arquiteto. Sua esposa Helena (Marijana Jankovic), também muito bonita, está ansiosa pela chegada do filho do casal, que é mostrado em uma foto com cerca de 8 anos, mas Jacob está mesmo é preocupado com um visitante inesperado, que havia surgido em sua casa durante a tarde, enquanto ele estava sozinho.

Por intermédio de tal visitante, Jacob acaba sem querer pondo as mãos em fotos que mostram soldados dinamarqueses torturando prisioneiros árabes, provas irrefutáveis de um grave crime de guerra. A partir de então, Jacob se vê no meio de uma rotina frenética: precisa terminar o roteiro de seu filme, preparar a chegada do filho adotivo, e em segredo dar um destino digno às fotos que recebeu. 

O longa dinamarquês do diretor e roteirista Christoffer Boe se destaca pela fotografia, que se harmoniza de forma bem interessante à história, além do suspense, é claro, que é muito bem encaminhado. Já o final do filme – e a resolução dos mistérios que ele apresenta – é certamente a parte que mais merece ser discutida, criticada ou elogiada, mas obviamente seria uma grande injustiça fazer isso aqui e estragar a sua experiência no cinema. Então, se possível, leve alguém com você para discutir depois. 



Tudo Ficará Bem (Alting Bliver Godt Igen) – 90 min
Dinamarca, Suécia, França – 2010

Direção e Roteiro: Christoffer Boe
Elenco: Jens Albinus, Igor Radosavljevic, Marijana Jankovic, Özlem Saglanmak, Thomas Høite Meersohn, Benjamin Boe Rasmussen

Estreia: 12 de agosto (São Paulo, Rio de Janeiro e Bahia).

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter

Postar um comentário

 
Top