1

Na mesma data de estreia de O Rei Leão 3D, o documentário Reino dos Felinos é lançado no Rio de Janeiro exclusivamente pela Rede Cinemark. O filme é o terceiro lançamento do novo e primeiro selo cinematográfico da Walt Disney, a DisneyNature. A proposta nestes filmes é apresentar a natureza em suas diversas representações. Após Terra (2009) e Oceanos (2010), chegou a vez de abordar a vida dos felinos, e em especial do ‘rei dos animais’; Reino dos Felinos é um documentário que não apresenta elementos narrativos novos (e nem era o caso de se esperar por eles), mas é  preenchido com belas imagens da savana africana, e com animais concebidos com características e personalidades de heróis e guerreiros. 

Kali é um leão com quatro filhos, que pretende conquistar o outro lado do rio (infestado de crocodilos). Sita é uma guepardo mãe de cinco filhos, e cuida deles sozinha, enfrentando predadores mais fortes. A fauna é preenchida por leoas corajosas, hienas assustadoras, búfalos mal humorados, dentre outros seres vivos, que coexistem na relação predador/caça estabelecida pela cadeia alimentar.

O reino dos felinos é pontuado por exuberantes planos gerais da migração de enormes rebanhos de animais pelas savanas. O apuro técnico também é observado nos planos detalhes das – quase humanas – expressões faciais dos animais. Em situações de perigo, as feições de pavor dos guepardos filhotes nos fazem esquecer por alguns segundos de que os animais agem por instinto

Os leões são seres guerreiros territorialistas, e um tanto quanto egocêntricos. As leoas, por outro lado, são extremamente cativantes, pelo carinho que tem com os filhotes; da mesma forma, com a obstinação que lutam contra inimigos mais fortes para proteger suas crias. Há algo de feminista no documentário da DisneyNature

Você que assistiu O Rei Leão e quer conhecer mais de perto esses seres incríveis, vale conferir o documentário Reino dos Felinos.




Reino dos Felinos (African Cats) – 89 min 
EUA – 2011
Direção: Alastair Fothergill, Keith Scholey
Roteiro: Keith Scholey, John Truby 
Narração Original: Samuel L. Jackson

Estreia: 26 de agosto.

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter

Postar um comentário

  1. Achei este documentário um pouco mais dinâmico.. mais narrativo, explicativo, faz um enquadramento maior sobre os animais, que recebem tratamento de personagens. O público acaba se identificando com as leoas mesmo, é como se as suas personalidades fossem objeto de apreciação. Podemos acompanhar detalhe por detalhe, misto de momentos aflitivos, divertidos e emocionantes. Gostei muito da critica e recomendo... Já o conferi junto a Oceanos, e aprovo, só preciso assistir Balé Vermelho e Terra.

    ResponderExcluir

 
Top