7

Brasileiro adora comédia, e Onde Está a Felicidade? já provou seu potencial de mercado: recebeu o prêmio de melhor filme pelo júri popular no Festival de Paulínia 2011. Apesar disso, a coprodução Brasil/Espanha, filmada em São Paulo, Espanha e Piauí, com direção de Carlos Alberto Riccelli e roteiro de Bruna Lombardi, que pela terceira vez colaboram no cinema, tem mais erros que acertos. 

Teodora (Bruna Lombardi) é uma chef de cozinha que apresenta um programa de televisão no qual ensina a fazer comida afrodisíaca. Casada há 11 anos com o jornalista esportivo Nando (Bruno Garcia), leva uma vida aparentemente perfeita, até descobrir que seu marido tem um caso virtual com outra mulher. Para piorar as coisas, seu programa é cancelado. Em meio à crise, ela decide fazer o caminho de Santiago de Compostela, na Espanha, ao lado de seu diretor,  Zeca (Marcello Airoldi), que vê a possibilidade de criar uma nova atração televisiva, e Milena (Marta Larralde), sobrinha de sua maquiadora Aura (Maria Pujalte).

A roteirista Bruna Lombardi parece ter se inspirado nas comédias do espanhol Pedro Almodóvar, ideia reforçada pela cenografia extravagante e super-colorida, e pelos figurinos e penteados femininos bem peculiares. No entanto, em vez de à beira de um ataque de nervos, a protagonista Bruna Lombardi se apresenta alterada e fora do tom a maior parte do tempo, em que pese sua beleza e boa forma. Verdadeiro ator de comédias, Bruno Garcia se sai melhor como o marido desleixado e arrependido.

Os momentos mais engraçados são vividos pelo elenco espanhol, mas a maioria dessas sequências são gags que não interferem na trama principal. Anunciadas como participações especiais, a presença de atores conhecidos como Dan Stulbach, Fernando Alves Pinto e Luiz Miranda é irrelevante, já que sequer participam da história, aparecendo apenas em uma sequência bem curta no início do filme, apenas para colocar a questão central.

A seu favor, do ponto de vista técnico e comercial , o filme é exemplar, com ótima sonorização e excelente fotografia, valorizada pelas lindas paisagens da Espanha e do Piauí (que entra na história de uma forma completamente despropositada, somente por ter financiado o filme). O melhor de tudo, porém,  é a saborosa trilha sonora, que inclui Arnaldo Antunes, Gilberto Gil, Adriana Calcanhoto, e até a mexicana Julieta Venegas.



Onde Está a Felicidade? 110 min
Brasil, Espanha
2011
Direção: Carlos Alberto Riccelli
Roteiro: Bruna Lombardi
Elenco: Bruna Lombardi, Bruno Garcia, Marcello Airoldi, Marta Larralde, Maria Pujalte, Wandy Doratioto, Sérgio Guizé, Paulo Federal, Luís Zahera, Hanna Rosembaum, Kotoe Karazawa, Marcelo Adnet, Dani Calabresa

Estreia: 19 de agosto.

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter

Postar um comentário

  1. ESSE FILME É UM LIXO!
    odiei...
    não tem nem o que discutir!
    quem assistir e amar, me avise como!

    ResponderExcluir
  2. Dei boas gargalhadas, o filme é excelente, as cenas são muito bem humoradas, entretanto falta lógica no enredo... ou sou burro mesmo...
    Adorei!!!!

    ResponderExcluir
  3. o filme é uma merda total, um lixo e um desperdicio de dinheiro...
    Se perde no roteiro e tem uma atuação horrivelmente assustadora de Bruna Lombardi, que deveria ficar em casa e lavar as cuecas do imbecil do diretor Carlos Alberto Riccelli que é um fracassado.
    Enfim o cinema nacional mais uma vez estuprado.

    ResponderExcluir
  4. Gostei do filme, que assisti na tv fechada. Achei as cenas externas bem filmadas. As relações entre os personagens foram bem construídas. Não é um roteiro entediante. Parabéns a Bruna e ao Carlos.

    ResponderExcluir
  5. Gostei do filme exibido na tv paga. As relações entre os personagens foram bem construídas e as cenas externas bem filmadas. O enredo surpreende e não é entediante. Parabéns a Bruna e ao Carlos.

    ResponderExcluir
  6. Dei boas gargalhadas. Adorei a trilha sonora.

    ResponderExcluir
  7. O filme é maravilhoso. O cinema nacional está cada vez mais se superando. A cenografia é ótima e a trilha sonora então, perfeita!

    ResponderExcluir

 
Top