Publicidade

Sétimo

Crítica - Larry Crowne: O Amor Está de Volta

31 de agosto de 2011


Já não é surpresa no mundo da sétima arte que atores renomados ocupem papel de destaque também atrás das câmeras e dirijam seus próprios filmes. A oscarizada Jodie Foster dirigiu seu primeiro filme em 1991, o drama Mentes que Brilham; Mel Gibson, de Um Novo Despertar (último filme de Foster), assinou a direção e ganhou o Oscar por Coração Valente (1995); Ben Affleck, premiado com a estatueta pelo roteiro de Gênio Indomável (1997), dirigiu, mais recentemente, Atração Perigosa. 

Tom Hanks é também um desses nomes. E quinze anos após dirigir e roteirizar o clássico moderno The Wonders: O Sonho Não Acabou, ele volta às telonas no seu estilo mil e uma utilidades, com a comédia romântica Larry Crowne: O Amor Está de Volta. Aos 55 anos, e com muita competência, ele assina direção, produção, roteiro – ao lado de Nia Vardalos, de Casamento Grego –, além de protagonizar o filme. 

Hanks interpreta Larry, um amável quarentão, funcionário exemplar na empresa em que trabalha, que, um dia, pego de surpresa, acaba sendo despedido por não possuir diploma. Perdido em meio à crise que abala sua vida, matricula-se em uma universidade, onde conhece a professora Mercedes Tainot, interpretada brilhantemente por Julia Roberts. Mercy é uma professora desiludida com sua carreira e vive um casamento mal sucedido. E é nesse ambiente que Larry se junta à uma gang de Scooters, divide suas experiências de um homem maduro e se apaixona pela charmosa professora.

Figurino, maquiagem e ambientes foram muito bem produzidos, dando um certo aspecto vintage que vai chamar atenção dos apreciadores da tendência retrô. Hanks e Roberts souberam dosar de forma brilhante a química entre os seus personagens, conseguindo, com a mesma facilidade, emocionar nos momentos dramáticos e arrancar gargalhadas nos momentos divertidos. Aliás, simplicidade e carisma já são características marcantes desses astros. 

Larry Crowne: O Amor Está de Volta teria sido um filme qualquer, sem muito encanto, se não estivesse nas mãos certas. Seu roteiro carrega os famosos clichês das comédias românticas, mas certamente são os pontos positivos do longa que se destacam. Além de Tom Hanks e Julia Roberts, o filme conta com um elenco de apoio talentoso, como Cedric the Entertainer, interpretando Lamar, o vizinho engraçado, e o colega de faculdade Steve Dibiasi, vivido por Rami Malek. Vale a diversão e a reflexão: tudo que já experimentamos foi suficiente, ou vamos encontrar novas razões para viver?

Informações Adicionais: Daisy Soares



Larry Crowne: O Amor Está de Volta (Larry Crowne) – 98 min 
EUA – 2011 
Direção: Tom Hanks 
Roteiro: Tom Hanks, Nia Vardalos 
Elenco: Tom Hanks, Julia Roberts, Sarah Mahoney, Roxana Ortega, Cedric the Entertainer, Pam Grier, Rami Malek

Estreia: 09 de setembro.

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter

1 comentários:

Anônimo disse...

ótimo filme

Postar um comentário

 
Cinema na Rede | by TNB ©2010 | O conteúdo deste site está protegido sob licença Creative Commons | Marketing Digital: Fizzy