0

Lalau Velasco (Gregório Duvivier) é um ator mambembe, e viaja todo o Brasil junto com seu pai, Ramon Velasco (Tarcísio Meira), apresentando seu espetáculo Não Se Preocupe, Nada Vai dar Certo. No show, uma comédia em pé, ele conta os casos vividos com seu pai, ator veterano e um tremendo armador de confusões. Verdadeiras, exageradas ou simplesmente fantasiosas, as histórias são hilárias e o show é um sucesso por onde passa. Ainda assim as apresentações raramente se repetem no mesmo lugar, pois nem tudo é inventado quando se trata de Ramon Velasco.

Mas como diz o ditado, tal pai, tal filho, Lalau, durante uma temporada de apresentações pelo Ceará conhece Flora (Flávia Alessandra), uma assessora do Rio de Janeiro que lhe faz uma proposta irrecusável: viver um personagem em tempo integral, durante sete dias, para tirá-la de uma enrascada, por 100 mil dólares. Sem querer arriscar, Lalau parte sem o pai, com medo de que ele nas palavras do próprio Lalau "faça mais uma de suas cagadas". E neste ponto a história se desenrola, ou melhor, se enrola, com um Lalau já crescido e capaz de arrumar as suas próprias confusões. E será necessário a intervanção do pai, experiente em tramoias de todo tipo, para tirar o jovem ator da enrascada em que se meteu.

Bem montado, bem acabado e com aquele tom "filme de viagem" que tanto agrada no cinema nacional, Não Se Preocupe, Nada Vai dar Certo! é uma homenagem ao que o cinema brasileiro tem de melhor. Bom texto, bons atores e paisagens maravilhosas em uma aventura divertida. Um filme que não fala de violência, mas que não abandona a realidade. A trilha sonora e o roteiro bem montado criam uma transição confortável de um ponto a outro do enredo, e quando menos esperamos estamos batendo os pés e segurando o impulso de bater palmas no ritmo da música. Uma produção que faz jus ao elenco escolhido.

Este último é um espetáculo à parte. Tarcísio Meira em nenhum momento deixa de brilhar, tão versátil em sua veia cômica quanto na tragicômica que se faz passar um ator interpretando um ator interpretando outro ator mas ainda assim não eclipsa Gregório Duvivier, que cumpre seu papel com talento e maturidade.

Maturidade: talvez seja esta a palavra a conectar pai e filho nesta trama. Estamos habituados à visão de pais responsáveis, atentos e zelosos, sempre olhando pelos jovens que arriscam e erram e perdem. Mas Lalau e Ramon parecem subverter esta ordem. Enquanto o filho é um cara preocupado e cuidadoso, o pai é um aventureiro, livre e desimpedido. Mas ele tem a seu favor a experiência que a idade lhe deu, de saber que errar faz parte da vida, e que se não é possível tirar proveito de nada, pelo menos que se faça rir.



Não Se Preocupe, Nada Vai dar Certo!
Brasil – 2011
Direção: Hugo Carvana
Roteiro: Paulo Halm
Elenco: Tarcísio Meira, Gregório Duvivier, Flávia Alessandra, Herson Capri, Ângela Vieira, Mariana Rios, Guilherme Piva, Hugo Carvana, Antônio Pedro

Estreia: 05 de agosto.

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter

Postar um comentário

 
Top