0

Quem só vê o lado glamuroso da TV não imagina o quanto essa atividade pode ser inglória, principalmente para quem faz o telejornal matutino. E é exatamente isso que mostra Uma Manhã Gloriosa (Morning Glory), comédia romântica do diretor Roger Michell (de Um Lugar Chamado Notting Hill) e estrelada por Rachel McAdams, Harrison Ford e Diane Keaton.

Rachel McAdams é Becky Fuller, produtora de TV com uma carreira mal-sucedida e vida amorosa inexistente. Mas, apaixonada pela profissão, acorda de madrugada e faz o que pode para pôr no ar Good Morning New Jersey, um jornalístico local de baixo alcance. Apesar de esforçada e otimista, é demitida e tem que batalhar para continuar fazendo o que gosta.  Depois de mandar seu currículo a muitas emissoras, sem resultado, recebe convite para ser produtora executiva do Daybreak, um jornal transmitido em rede nacional a partir de Nova York, oportunidade que ela agarra imediatamente.  

Para sua surpresa, o programa não tem a menor infra-estrutura, os profissionais envolvidos nele já desistiram de fazer algo de qualidade e a audiência é baixíssima.  Para piorar a situação, Becky demite o âncora do programa e acaba tendo que convencer o premiado, mas antiquado e preconceituoso repórter Mike Pomeroy (Harrison Ford), a assumir seu lugar.  Em compensação, começa a namorar o também produtor Adam Bennet (Patrick Wilson).



Mesmo com todo seu esforço, a produção não engrena e ela tem o curto período de seis semanas para conseguir elevar os índices de audiência e impedir que o programa seja cancelado. Com a colaboração relutante da acomodada equipe, Becky parte para o tudo ou nada, incorporando novas e engraçadas atrações e contagiando os colegas com sua garra. Falta, no entanto, convencer o irredutível Pomeroy a entrar no jogo.

Rachel McAdams, que está em todas as cenas, começa o filme com uma atuação um tanto exagerada, frenética demais. Na segunda metade, porém, encontra o tom certo e se torna realmente encantadora. Harrison Ford, conhecido e reconhecido por filmes de ação e thrillers, parece pouco à vontade, chegando a destoar do restante do elenco. A também veterana Diane Keaton, por outro lado, consegue imprimir o ritmo perfeito para esse tipo de produção, criando um personagem divertido e interessante. Na figura do galã, Patrick Wilson (de Menina Má.com) não faz feio, mas não tem tanto espaço para mostrar seu carisma. 

Embora tenha seus bons momentos, o filme não é engraçado nem romântico quanto poderia ser. O problema é que não é centrado nem no romance entre Becky e Adam, nem nas trapalhadas que a equipe de TV faz para salvar o programa. Acaba sendo mais uma história edificante, bem do jeito que os norte-americanos gostam, sobre uma pessoa que batalha contra tudo e contra todos até atingir seus objetivos. No final das contas, Uma Manhã Gloriosa pode ser atraente para quem gosta desse tipo de filme, ou busca algo leve e despretensioso. Belos ângulos de Nova York e uma trilha sonora esperta acrescentam um certo charme à história. Pode até contribuir para uma tarde agradável.  


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.


Uma Manhã Gloriosa (Morning Glory) - 107 min
EUA - 2010

Direção: Roger Michell
Roteiro: Aline Brosh McKenna
Elenco: Rachel McAdams, Harrison Ford, Diane Keaton, Jeff Goldblum, Patrick Wilson, John Pankow

Estreia: 01 de abril.

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter

Postar um comentário

 
Top