3


O que querem as mulheres? Romance, paixão, amor eterno? Casar, constituir família, ter filhos? Nada disso,  na comédia romântica Sexo Sem Compromisso, de Ivan Reitman, elas querem sexo! A vencedora do Oscar  2011 de melhor atriz Natalie Portman só pretende usar e ser usada por Ashton Kutcher, sem culpa nem desculpas, numa inesperada inversão de papéis.

Emma (Natalie Portman) e Adam (Ashton Kutcher) se conhecem durante a adolescência em uma colônia de férias. Anos depois, quando se reencontram em uma festa universitária, Adam está trabalhando como assistente de produção em um programa de televisão e Emma estuda medicina. Mais alguns anos se passam e eles se revêem por acaso, quando Adam pega seu telefone prometendo ligar, mas nunca o faz.

Frustrado por não conseguir uma oportunidade como roteirista, Adam pede a seu pai, Alvin (Kevin Kline), antigo astro de TV, sua opinião sobre seu texto, quando descobre que sua ex-namorada Vanessa (Ophelia Lovibond) está com ele. Adam decide ligar para todas as mulheres de sua agenda até conseguir sair com uma.

Como Emma não acredita em amor, propõe que eles mantenham um relacionamento puramente físico, como amigos com benefícios. Adam aceita, e eles se relacionam sem compromisso por um tempo, mas, quando percebe que Emma talvez esteja saindo com um médico, começa a sentir ciúmes. No dia dos namorados, a convida para um encontro à moda antiga e confessa que está apaixonado por ela. A jovem médica continua firme na sua decisão de não se envolver emocionalmente e eles rompem.

Azar no amor, sorte no trabalho, Adam consegue emplacar um roteiro e é promovido graças à ajuda de uma produtora que tem uma queda por ele. Emma, por sua vez, percebe que também está apaixonada por Adam ao ver sua irmã feliz na véspera de seu casamento e decide voltar para ele. Incrédulo, ele ouve Emma aceitar novas regras, como usar apelidos carinhosos e até andar de mãos dadas com ele.

Tendo mulheres jovens e adolescentes como público-alvo, Sexo Sem Compromisso deve atrair um espectro maior de espectadores graças ao Oscar de Natalie Portman por Cisne Negro. A atriz, geralmente escalada para papéis mais densos, parece pouco à vontade no início do filme, hiper-sexualizada e cínica, mas acaba convincente no final, quando se mostra mais vulnerável. Ashton Kutcher parece representar ele mesmo, um cara engraçado, até meio bobalhão, mas de bom coração. O elenco de apoio tem ótimos momentos, com destaque para o já veterano Kevin Kline.


Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.

 

Sexo Sem Compromisso (No Strings Attached) – 108 min
EUA – 2011

Direção: Ivan Reitman
Roteiro: Elizabeth Meriwether
Com: Natalie Portman, Ashton Kutcher, Kevin Kline, Greta Gerwig, Jake Johnson, Ludacris, Cary Elwes, Lake Bell, Ophelia Lovibond

Estreia: 18 de março.

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter

Postar um comentário

  1. Filme que de sessão da tarde com uma ou outra cena um pouco mais picante... Interessante... Não é nenhuma obra prima... Mas bom filme pra ir com a namorada...

    ResponderExcluir
  2. Juliana Carvalho (juma-carvalho@hotmail.com)1 de maio de 2011 13:19

    "Que coisa!" não substime sua namorada (rs)

    Falando sério, acho que gostar ou não de "Sexo sem compromisso" tem mais a ver com o estado de espírito em você se econtra quando assiste.
    O filme para mim fez um manhã chuvosa e sozinha ser um pouco menos entediante! E só.

    Não engulo Kutcher, nem com vodka e energético.
    Natalie Portman acaba se adaptando ao clássico adolescente, o que contribui somente para evidenciar a sua magnifica perfomace em "Cisne Negro".
    O texto é de fato uma mistura de cliches. O que às vezes, pode ser tudo que alguém precisa numa manhã chuvosa!

    ResponderExcluir
  3. Acho que isso pode de fato ocorrer "ocasionalmente"...

    ResponderExcluir

 
Top