4


A história de Doce Vingança começa antes dos minutos iniciais do filme nas salas de exibição. Isso porque o filme é um remake de Vingança de Jennifer, filmado em 1978 e censurado nos Estados Unidos e vários outros países. Essa proibição, aparentemente uma ação precipitada por parte das autoridades, acabou por gerar uma aura em torno do clássico que virou cult no gênero do terror. 33 anos depois, Doce Vingança chega aos cinemas usando a fama de sua versão original como plataforma de divulgação, e incrementado com cenas que deixariam os antigos puristas de 78 realmente preocupados.

Jennifer (Sarah Butler, das séries CSI Miami e NY) é uma escritora que aluga um chalé no campo com a intenção de se isolar e terminar seu último romance. No caminho de seu refúgio criativo, Jennifer faz uma parada e acaba chamando a atenção de alguns habitantes locais que se impressionam com ela, mas que acabam se sentindo desdenhados pela mimada “garota da cidade”. O grupo de 3 homens, por seu isolamento ou por crescerem em um lugar parado no tempo, preserva um machismo tradicional transmitido através das gerações, e, após o encontro desajeitado, segue o rastro da garota. Tirando proveito desse isolamento, o grupo acaba por usar Jennifer e seu chalé para extravasar seus impulsos sexuais reprimidos, de forma brutal, tanto física quanto psicologicamente.

Vingança de Jennifer e seu remake Doce Vingança são expoentes de um subgênero do suspense conhecido como "Rape and Revenge" (Estupro e Vingança), que foi muito popular nos Estados Unidos na década de 70. Os filmes dessa categoria se baseiam em uma estrutura básica na qual uma garota é sequestrada/estuprada, chega perto da morte, mas sobrevive e retorna em busca de vingança.



Pode parecer tudo muito previsível, mas alguns personagens surpresa, e voltas na trama, deixam a experiência muito mais interessante. Doce Vingança não possui o ritmo acelerado ou grandes sustos comuns em filmes de terror. Você não irá encontrar tomadas no estilo “mostra o sangue e corta a cena”. O ritmo caminha em velocidade ideal, conseguindo gerar expectativa, e as imagens fortes, que não agradam a todos, são temperadas com uma ótima atuação dos papéis centrais e personagens bem construídos.  

O filme consegue realmente passar ao público o gostinho da vingança de Jennifer, até mesmo para aqueles não muito partidários de imagens de violência explícita. Não vai ser difícil ouvir alguns “bem feito” na sala do cinema, especialmente vindo das mulheres. Dica: se quiser manter o clima cult de Doce Vingança, antes de ir ao cinema não deixe de conferir o trailer de sua versão original de 1978 (abaixo do trailer do remake). Você verá que um dos principais jargões do filme foi mantido. Estreia: 11 de março.

Doce Vingança (I Spit on Your Grave) – 107 min
EUA – 2010
Direção: Steven R. Monroe
Roteiro: Stuart Morse (baseado no roteiro de 1978 de Meir Zarchi)
Com: Sarah Butler, Jeff Branson, Daniel Franzese, Rodney Eastman, Chad Lindberg, Tracey Walter, Andrew Howard




Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter

Postar um comentário

  1. O filme é perfeito, maravilhoso, gostei de todas as cenas, cada ato foi merecido, quem mandou eles machucarem a moça, eles tiveram o que mereceram, pois tudo o que colheram foram eles mesmos que plantaram. Se todos os homens que tem mentes doentias assistissem a esse filme, veriam que a vingança foi bem feita e não fariam atrocidades, pois poderiam sofrer situações parecidas, pois a quantidade de mulheres que tem por ai se oferecendo, não tem necessidade nenhuma de pegar mulher a força, pois tem mulheres de raça tão baixa que dar trela até para monstros, como os caras do filme, é tem mulher pra tudo.

    ResponderExcluir
  2. esse é um dos melhores filmes q eu ja assistir em toda a minha vida.a trama prende a gente do inicio ao fim, especialmente porque a jennifer se vinga de uma forma supreendente e precisa. o q eu mais gostei tambem foi que a personagem principal repete praticamente todas as falar q os rapazes q a humilharam disseram enquanto ela se vinga. isso sim q é filme!!!

    ResponderExcluir
  3. Simplesmente amei esse filme e com certeza eu disse "bem feito" gostei realmente desse filme é ótimo pois tiverem o que mereciam HAHA estupraram a pobre moça e ele se vingou gostei muitooooooooooo

    ResponderExcluir
  4. Ela nao devria matá-los. 😢😢😢

    ResponderExcluir

 
Top