0


Muito se questiona na indústria cinematográfica se existem fórmulas que permitem a um filme ser incluído nas listas de premiações deste começo de ano. Nas categorias principais isso não é uma constante, mas possivelmente, não existe categoria mais rotulada do que a de Melhor Filme Estrangeiro. Ano após ano, a academia mostra preferência por certo tipo de filme para essa categoria (existe até piada, obra tem holocausto + crianças + guerra = certeza de prêmio). O que nos leva a Incêndios, filme canadense de 2010 que conta a história de um drama familiar com uma guerra civil como pano de fundo. Ou seja, pronto pro Oscar.

Felizmente, o fator emocional vai além, para contar uma bela história. Uma mãe morre deixando a seus dois filhos cartas destinadas a um pai que achavam estar morto e um irmão que não sabiam existir. E cumprir o último desejo da mãe, encontrá-los e entregar os envelopes, torna-se uma obrigação. O filme então se divide entre a busca dos irmãos por um país do Oriente Médio em meio a uma guerra, a religião e o passado, tudo embalado por um tom meio pop (num fenômeno parecido com o ocorrido com Cidade de Deus), entrecortados pela história da mãe, contada em flashbacks.

Existe aqui a opção pelo realismo. Logo, o filme mergulha nas questões do país desbravado pelos irmãos e sua relação com os locais, sendo o mistério que envolve a vida da mãe naquele lugar, revelado rapidamente, o que pode desconectar o público. Afinal, o filme segue em frente justamente pela busca por respostas dos personagens. E suspense que se preze, funciona com o espectador na ponta da poltrona tentando descobrir a resolução. Fiquemos com o drama então. Estreia: 25 de fevereiro.



1 Indicação ao Oscar: Filme Estrangeiro

Incêndios (Incendies) – 130 min
Canadá, França – 2010
Direção: Denis Villeneuve
Roteiro: Denis Villeneuve
Com: Lubna Azabal, Melissa-Désormeaux-Poulin, Maxim Gaudette, Rémy Girard, Abdelghafour Elaaziz, Allen Altman, Mohamed Majd, Nabil Sawalha, Baya Belal



Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter

Postar um comentário

 
Top