0

É no mínimo interessante quando uma animação criada longe dos estúdios de Hollywood chega aos cinemas com excelente técnica, ótimo aproveitamento da tecnologia 3D e conteúdo muito bem elaborado. É esse o caso de As Aventuras de Sammy, filme belga dirigido por Ben Stassen. É quase impossível não comparar essa animação a Procurando Nemo (2003). Estão também presentes na produção belga aspectos relevantes de Educação Ambiental e mensagens, apesar de conflituosas, por vezes esperançosas, referentes à relação homem-natureza.

A história é narrada em flashback pelo próprio Sammy, e conta as suas aventuras, que já começam no nascimento da insegura tartaruguinha, numa praia da Califórnia. E se é tão curioso pensar como esses animais realizam viagens transcontinentais para voltar às praias onde nasceram, na época da reprodução, é também instigante imaginar como as tartarugas sabem para onde ir quando nascem (ou não?). Seja como for, é com o sábio conselho “Siga seus instintos” que Sammy precisa enfrentar os desafios da vida marinha.

Como a maior parte das histórias marcantes não são vivenciadas por um personagem apenas, As Aventuras de Sammy são recheadas de boas companhias, que dão características vibrantes e particulares à trama, possibilitando ao público infantil reflexões sobre amizade, amor e sustentabilidade. É com o corajoso e preguiçoso amigo Ray que Sammy inicia sua jornada pelos oceanos e busca reencontrar Shelly, o amor de sua vida, encarando perigosos predadores para chegar à passagem secreta que o fará dar a volta ao mundo e descobrir pouco a pouco os humanos, tanto nas suas ações que afetam negativamente o meio natural, quanto nas corajosas atitudes de ativistas ambientais.



Cuidadosamente elaborado, o roteiro viaja num espaço de tempo de aproximadamente 50 anos, passando por importantes fases da história da humanidade, como quando Sammy entra em contato com o universo hippie no conturbado ano de 1968. Além de atrair pelo conteúdo dramático, o elemento 3D proporciona um mergulho encantador pelos mares da tecnologia, com maravilhosas paisagens, criaturas e sensações, além de empolgantes cenas de ação, que ressaltam a beleza e a diversidade das formas e cores presentes nos oceanos.

Os conflitos da trama não se resumem apenas à função de entreter, oferecendo informação de forma leve e divertida. Ao abordar aspectos da ação antrópica sobre a natureza, o filme aponta para assuntos recorrentes e relevantes nas sociedades dos fast food’s e sacolas plásticas, estimulando nos pequenos – consciências em formação – noções de conservação, por intermédio dos exemplos positivos de contato com o meio e com os animais. É importante parar e pensar nesses aspectos, afinal, “Parece que eles (os humanos) estão sempre com pressa para chegar a lugar nenhum”. Estreia: 28 de janeiro.

As Aventuras de Sammy (Sammy's Avonturen: De Geheime Doorgang) - 88 min
Bélgica - 2010
Direção: Ben Stassen 
Roteiro: Domonic Paris
Dublagem Original: Melanie Griffith, Isabelle Fuhrman, Yuri Lowenthal




Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter

Postar um comentário

 
Top