0
 

Para os pictos, a vingança é um prato que se come quente. Após serem invadidos pelo exército romano, em 117 d.C., eles querem se vingar das barbaridades cometidas contra seu povo e uma questão fica no ar: Quem são os verdadeiros bárbaros? No roteiro de Neil Marshall, que também assina a direção, os romanos são mostrados como os mocinhos lutando contra um impiedoso e sanguinário exército, liderado por um homem que virou soldado depois que sua esposa foi assassinada. Mas ela foi morta justamente por romanos. Não soa um pouco contraditório?

Além de comandar as tropas bárbaras, Gorlacon (Ulrich Thomsen) parece um estudioso da Arte da Guerra de Sun Tzu. Quem já leu o livro vai reconhecer algumas passagens. É preciso "conhecer seu inimigo". Em Centurião há uma divisão entre bem e mal apenas pela necessidade narrativa de apresentar um conflito maniqueísta, com uma divisão clara entre protagonistas e antagonistas - o que soa falso, já que expansões territoriais imperialistas sempre são de natureza violenta, sem respeito algum pelos povos dominados, considerados inferiores. Se analisarmos desta maneira, fazendo um paralelo com nosso país, não deveríamos comemorar a Descoberta do Brasil, e sim relembrar sua Invasão.

Durante a expansão do Império Romano, os centuriões controlam os territórios do Egito à Espanha, mas encontram resistência no norte da Grã Bretanha, onde o exército dos pictos se defende usando táticas de guerrilha. Quintus Dias (Michael Fassbender) é o único sobrevivente de um ataque e se junta à IX Legião, comandada pelo lendário General Virilus (Dominic West). Mas a tropa é destruída em uma cena incrível, de uma emboscada mostrada com tamanha violência que, combinada à trilha sonora, ao ambiente soturno e ao baile sangrento dos guerreiros, até se torna visualmente poética. A formação de defesa dos romanos e a forma como os pictos rompem as barreiras são espetaculares.

Quintus Dias sobrevive mais uma vez e, junto com um pequeno grupo de soldados, irá tentar resgatar o General Virilus, que foi capturado. Os romanos querem fazer valer sua lealdade ao Império e seus companheiros de combate, mas esbarram em uma nação sedenta por vingança. Em menor número, o grupo de Quintus passa a ser alvo de uma caçada humana, por montanhas, vales e bosques inóspitos. A partir daí, Centurião passa a ser uma espécie de Atrás das Linhas Inimigas épico. Tudo que os romanos querem é voltar para casa e, no auge do cansaço, eles vislumbram: "Nós lutamos por nada". Independentemente da separação equivocada entre mocinhos e vilões, Centurião é um excelente épico de guerra. Estreia: 26 de novembro.

Centurião (Centurion) - 97 min
Reino Unido - 2010
Direção: Neil Marshall
Roteiro: Neil Marshall
Com: Michael Fassbender, Dominic West, Olga Kurylenko, Noel Clarke, David Morrissey, JJ Feild, Axelle Carolyn, Ulrich Thomsen



Por: Mattheus Rocha

Share |

Postar um comentário

 
Top