3
O Maior Vencedor do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2010



Consagrado no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2010, com cinco troféus (montagem, trilha sonora, roteiro original, direção e longa de ficção), o novo - e apenas segundo - filme de Anna Muylaert, demonstra o enorme talento desta cineasta. Em sua estreia nas telonas, com o humor negro de Durval Discos (2002), ela já tinha mostrado a que veio. Depois de alguns anos escrevendo ótimos roteiros - entre eles Desmundo (2002) e O Ano em que meus Pais Saíram de Férias (2006) -, Anna volta à direção com É Proibido Fumar, que, principalmente pelos rumos inusitados dados à história, lembra bastante o estilo dos Irmãos Coen. Espero que a diretora não demore tanto tempo pra lançar outro filme.

Baby (Glória Pires), uma solitária fumante inveterada, vê na chegada de Max (Paulo Miklos), seu novo vizinho, a possibilidade de sair da solteirice. O maior companheiro da frustrada professora de violão é seu maço de cigarros, tragados um atrás do outro, compulsivamente. Mas Max não suporta a fumaça e o odor da nicotina, o que pode ajudar Baby a parar, caso ela realmente queira ficar com o - também frustrado - músico da noite paulistana. Os diálogos do casal protagonista são claramente improvisados e o titã Paulo Miklos dá outro show como ator. Se você não viu sua incrível performance em O Invasor (2002), corra para a videolocadora mais próxima ou faça o download deste filme imperdível.

Não menos imperdível é este É Proibido Fumar, que vai esquentando aos poucos, subindo degrau por degrau, até chegar a um desfecho incomum, mas redondinho e muito bem sacado. Se você espera mais uma das produções pipoca e caça (milhões de) níqueis da Globo Filmes, irá se decepcionar. Poderá achar lento e até chato. Mas, caso queira degustar um digno representante do cinema experimental - com pegada nonsense, humor negro e clima noir -, daqueles que dão orgulho da cinematografia brasileira, esta é uma excelente pedida. Disponível em DVD.     

É Proibido Fumar - 86 min
Brasil - 2009
Direção: Anna Muylaert
Roteiro: Anna Muylaert
Com: Glória Pires, Paulo Miklos, Marisa Orth, Paulo César Pereio
Participações Especiais de: Pitty, Antônio Abujamra, André Abujamra



Por: Mattheus Rocha

Postar um comentário

  1. Sem dúvida Anna Muylaert se destaca no combalido universo cinematográfico nacional.

    Gostei muito de Durval Discos, principalmente por seu realismo X surrealismo, porém É Proibido Fumar achei apenas razoável.

    Escrevi um artigo recentemente em meu blog sobre este filme onde exponho minhas opiniões, caso tenha interesse, o convido a visitá-lo. Seria legal poder debater com alguém que tem opinião divergente da minha, e que seja tão gabaritado como vc.

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. Oi, Rodrigo.

    Valeu pela participação. Vou passar lá no seu Blog.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Não gostei do filme.

    O filme é chato, lento, até agora não entendi a função do cigarro na história (e no título)e também achei que o filme não tem final.

    ResponderExcluir

 
Top