2


O Profeta foi o representante da França nos indicados ao Oscar 2010 de Melhor Filme Estrangeiro. Apesar de ser um grande filme - na qualidade e na duração (se não fosse tão bom, as pouco mais de duas horas e meia de projeção se tornariam cansativas) -, não faz frente à Fita Branca, de Michael Haneke, e ao vencedor do prêmio, o argentino O Segredo de Seus Olhos, obra prima de Juan José Campanella. Sem família, sem amigos, com apenas 19 anos, analfabeto, meio árabe e meio córsego. Na primeira cena do longa de Jacques Audiard, Malik El Djebena (Tahar Rahim) é interrogado em sua entrada na prisão comum. Não sabemos exatamente como ele foi parar lá e se é culpado ou não, só que o rapaz passou a vida em reformatórios e, agora, estava entrando na escola de crime dos adultos.

Mas isso é mais do que suficiente para acompanharmos a luta pela sobrevivência de uma pessoa aparentemente frágil, num lugar infestado pela corrupção, violência e luta pelo poder. O mafioso César Luciani (Niels Arestrup) percebe que o jovem não pertence a nenhum grupo e resolve usá-lo para um acerto de contas. Oferece proteção em troca de um serviço sujo. Para El Djebena, a proposta não pode ser recusada. Ou ele mata um desafeto de Luciani ou é morto por seus capangas. Com o tempo, o jovem adquire maturidade e aprende os atalhos para sobreviver naquele mundo. Inteligente, entra para a escola da prisão e aprende a ler e escrever, não só em francês, mas em outros idiomas também. 

Ser subestimado pela facção dos córsicos (cujo líder é uma espécie de Poderoso Chefão encarcerado) facilita a vida de El Djebena, que finge trabalhar para os outros, mas, na verdade, só trabalha para si mesmo. Os seis anos de prisão a que foi condenado servem para seu fortalecimento. Seu plano é desenvolver uma carreira no crime e se tornar, ele próprio, um chefão do tráfico. O longa tem sua força no conflito entre o jovem aprendiz do crime e o poderoso César Luciani, mas respira nas intervenções dos excelentes coadjuvantes, que se alternam em cena. Será que o jovem Malik sobreviverá à sua própria escolha? Estreia: 18 de junho.

O Profeta (Un Prophète) - 155 min
França, Itália - 2009
Direção: Jacques Audiard
Roteiro: Thomas Bidegain, Jacques Audiard, Abdel Raouf Dafri, Nicolas Peufaillit
Com: Tahar Rahim, Niels Arestrup, Adel Bencherif, Hichem Yacoub, Reda Kateb, Jean-Phillipe Ricci





Por: Mattheus Rocha

Postar um comentário

  1. Tenho ouvido falar bem desse filme, por incrivel que pareça ainda não vi A fita branca, apenas O segredo dos seus olhos, por indicação sua mesmo.

    Esse está na lista também.

    ResponderExcluir
  2. Nossa, pensei que fosse sobre outra coisa! Muito interessante.
    É muito bom visitar seu blog antes de ir ao cinema, assim já podemos ter uma idéia do filme.

    Bjs

    ResponderExcluir

 
Top