2


A refilmagem de Fúria de Titãs (1981) se aproveitou da tecnologia 3D para reunir elementos da mitologia grega a fantásticos efeitos especiais. Guerra entre deuses e humanos (com direito a lutas contra escorpiões gigantes), Zeus, HadesPerseusMedusa... Perfeito, não? Não. Longe disso. A ideia foi realmente boa, mas o produto final não passa de um insosso longa de aventura. Resultado: um dos candidatos a pior filme do ano. O roteiro é simplório, com diálogos patéticos e motivação maniqueísta (a eterna luta entre o bem e o mal), revelando personagens e dramas que não têm mais profundidade do que um pires. 

Quando os humanos declaram guerra aos deuses, por estarem insatisfeitos com suas vidas na Terra, o Olimpo resolve contra atacar. Hades (Ralph Fiennes), irmão de Zeus (Liam Neeson), deixa o mundo subterrâneo para dar um jeito nos insolentes e ingratos seres humanos. Ou eles sacrificam a Princesa Andrômeda (Alexa Davalos), ou, no próximo eclipse solar, o imbatível monstro Kraken será libertado. Perseus (Sam Worthington, de Avatar), um semideus em busca de vingança, é o único capaz de descobrir um modo de derrotá-lo.   

Um pequeno grupo de soldados e guerreiros se une para salvar a Princesa, liderados por Perseus, que não aceita ser filho bastardo de Zeus e insiste em lutar como humano, abrindo mão de seus poderes. A teimosia e o orgulho do rapaz são tão irritantes quanto o medíocre desenrolar da trama, com destaque (negativo) para o cenário cafona do Olimpo (sem contar as luzes e figurino). Uma ou outra cena de ação se salva, mas, no fim, até o uso do 3D se mostrou mal aproveitado e totalmente dispensável (a não ser que você curta ver legendas flutuando no ar). Estreia: 21 de maio.

Fúria de Titãs (Clash of the Titans) - 106 min
Reino Unido, EUA - 2010
Direção: Louis Leterrier
Roteiro: Travis Beacham, Phil Hay, Matt Manfredi
Com: Sam Worthington, Liam Neeson, Ralph Fiennes, Jason Flemyng, Gemma Arterton, Alexa Davalos


Postar um comentário

  1. Mistura de Hércules, Cavaleiros do Zodíaco e Godzilla? Tststs...
    Mas vale a pena ver, pelo menos para dizer que viu.
    O filme e tão pobre de dialogo que o próprio trailer só mostra ação.
    Enfim...
    Ótimas observações Mattheus!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. "Mistura de Hércules, Cavaleiros do Zodíaco e Godzilla". Sensacional definição, Fabi. rsrsrs
    Beijos !!

    ResponderExcluir

 
Top