6


Vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro 

Em O Segredo dos Seus Olhos, o diretor Juan José Campanella, do belíssimo O Filho da Noiva (2001), se firma como um dos cineastas mais completos da atualidade. Além de apresentar uma obra densa e profunda, tecnicamente o filme é perfeito. São jogadas de câmera seguras e bem definidas, direção de arte extremamente cuidadosa, ângulos bem estudados e escolhidos, atuações seguras e, ao mesmo tempo, poéticas e realistas. Tudo de acordo com a emoção dos personagens. As pequenas sutilezas fazem toda a diferença e dão liga à trama, mas também há espaço para a grandiloquência. 

Chama a atenção um dos planos sequência mais bonitos e incríveis da história do cinema. A câmera voa por um estádio de futebol, passeia pela jogada de um time e a reação da torcida, até chegar ao protagonista da estória, que, na verdade, não está ali para torcer, e sim para procurar o suspeito de um crime, no meio de uma multidão enlouquecida pelo esporte. Ao achá-lo, é iniciada uma perseguição pelo interior do estádio, que irá acabar no gramado. Tudo isso sem nenhum corte. Veja a cena no vídeo abaixo. É fantástica, maravilhosa... de provocar orgasmos cinematográficos, mesmo em não cinéfilos.


1974, Argentina. Uma linda mulher é estuprada e brutalmente assassinada. O Departamento de Justiça onde Benjamin Esposito (Ricardo Darín) trabalha é designado para investigar o caso. O oficial se recusa a pegá-lo, pois o considera responsabilidade de outro departamento, mas, após ver a violenta cena do crime, ele se envolve emocionalmente e entra em um terreno perigoso, pois se sente no dever de desafiar o falho sistema judiciário penal e seus corruptos representantes. Para isso, ele conta com a ajuda de Pablo Sandoval (Guillermo Francella), seu melhor amigo, e de Irene Hastings (Soledad Villamil), sua chefe, com quem tem uma relação dúbia. Eles se amam platonicamente, mas, como ela é comprometida, não se decidem entre manter apenas a amizade ou dar uma chance ao amor.  

Mais de vinte anos depois, Esposito se aposenta e resolve escrever um livro sobre o caso do assassinato. Ele revisita suas lembranças e a promessa que fez ao marido da vítima o faz entrar em conflito. Ele deu sua palavra de que faria o possível para o culpado ser condenado à prisão perpétua e, chegaram até a pensar, se necessário, em fazer justiça com as próprias mãos. Mas, certas coisas devem ser esquecidas e superadas. "Não pense mais, senão você terá mil passados e nenhum futuro", é o que diz o viúvo. Esposito passa a rever sua vida e os rumos que deu a ela. Um passado frustrado pode render um futuro maravilhoso, caso as peças certas do xadrez da vida sejam movidas. 

Não é de se espantar que este filme e A Fita Branca, longa de Michael Haneke, tenham sido indicados apenas ao Oscar de melhor filme estrangeiro, mesmo sendo muito melhores do que algumas das fitas indicadas à categoria principal da premiação, visto o histórico bairrista da Academia. Digo, sem exagero algum, que O Segredo dos Seus Olhos é uma obra de arte genial, que demonstra a força do cinema argentino. Nossos hermanos estão mandando cada vez melhor.

O Segredo dos Seus Olhos (El Secreto de Sus Ojos) - 127 min
Argentina, Espanha - 2009
Direção: Juan José Campanella
Roteiro: Juan José Campanella, Eduardo Sacheri - Baseado no romance de Eduardo Sacheri
Com: Ricardo Darín, Soledad Villamil, Pablo Rago, Javier Godino, Guillermo Francella, José Luis Gioia, Carla Quevedo


Por: Mattheus Rocha

Postar um comentário

  1. Nunca assisti um filme argentino, acho que ta na hora né? Gostei de ler o outro post em que você falou sobre o Oscar, que pra mim foi tipo a mesma coisa que nada, já que não vi metade dos filmes então não tenho como falar se aprovei os resultados ou não.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Que inveja de você que já viu, hehe. Aqui em Salvador ainda não estreou... Aguardando ansiosamente.

    ResponderExcluir
  3. só por ser argentino não quero ver! brincadeira, viu. mas sei lá, não curto assistir filmes na língua espanhola.

    ResponderExcluir
  4. Na lista já para assistir, faltam poucos agora ;), o bom é que suas resenhas nos tiram as dúvidas em ver ou não :)

    Obrigado!

    ResponderExcluir
  5. Esse filme é realmente ótimo. Sempre aposto nos filmes do Juan Campanella. Tô com El hijo de la novia aqui pra assistir também, mas falta tempo. Deve ser ótimo também. Ótimo blog.

    ResponderExcluir
  6. Um dos melhores que vi nos últimos tempos!!! 5 estrelas!!!

    ResponderExcluir

 
Top