2


Três Indicações ao Oscar: Ator (Jeff Bridges), Atriz Coadjuvante (Maggie Gyllenhaal), Canção (The Weary Kind)

Bad Blake (Jeff Bridges, o eterno Grande Lebowski, mais uma vez incrível) é um decadente cantor de country music, que passa dias na estrada e noites tocando em clubes e bares de quinta categoria, para um público da terceira idade (o único que ainda lembra do sucesso que um dia fez). Com 57 anos, solitário, alcoólatra, fumante inveterado e com a saúde em frangalhos, Blake não tem mais esperança de dar novos ares à sua carreira. Tommy Sweet (Colin Farrell), seu pupilo, quer ajudá-lo a dar a volta por cima, mas esbarra no orgulho de Bad

Qual a única coisa realmente capaz de mudar um homem? O amor de uma mulher. É aí que entra Jean (Maggie Gyllenhaal), uma jornalista, por quem o velho rabugento se apaixona, após ser entrevistado. A vida errante de Blake passa a ter um porto seguro, uma nova família. Jean consegue mudar os hábitos do músico, que, após anos sem compor uma canção sequer, tem a inspiração de volta. Ele quer resgatar sua auto estima, voltar a tocar para grandes plateias e, claro, ganhar dinheiro.  

Se o Oscar de melhor atriz tem favorita (Gabourey Sidibe, por Preciosa - Uma História de Esperança), o de melhor ator é uma incógnita: vai dar Colin Firth, por Direito de Amar, ou Jeff Bridges? As duas atuações são estupendas. Coração Louco, além de apresentar belíssimas canções, nos faz lembrar como existem grandes artistas, infelizmente desconhecidos pelo grande público, aos ouvidos de quem só costumam chegar músicas industrializadas e enlatadas, sem alma, sem amor. Este belo filme irá agradar não só aos cinéfilos, mas também aos amantes da boa música.

Coração Louco (Crazy Heart) - 112 min
EUA - 2009
Direção: Scott Cooper
Roteiro: Scott Cooper - Baseado no livro de Thomas Cobb
Com: Jeff Bridges, James Keane, Maggie Gyllenhaal, Colin Farrell, Robert Duvall


Postar um comentário

  1. Cinema é coisa séria e vc fala muito bem sobre o assunto. Apesar de eu não assistir os filmes que são modinha e preferir uma coisa mais cult, acho válido conhecer ao menos a sinopse, pra não criar preconceitos.
    Adoro seu blog, achei uma forma de agradecer : Acho que vc merece o selo Superior Scribbler Award.
    Vá ao meu blog, leia o post e siga as regras, e pegue o selo do prêmio, abraço :D

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha, com certeza irei assistir depois dela.

    Muito bem escrito.

    Parabéns!

    ResponderExcluir

 
Top