11


Duas Indicações ao Oscar: Animação, Trilha Sonora

Em sua primeira incursão pela animação (em stop motion), Wes Anderson, um dos diretores mais estilosos da atualidade, consegue manter sua inconfundível assinatura visual. E escolheu bem a estória. O filme é baseado em um livro de Roal Dahl, autor da obra que originou A Fantástica Fábrica de Chocolate. Se você ainda não conhece o trabalho de Wes, recomendo que veja os incríveis Os Excêntricos Tenenbaums (2001) e Viagem a Darjeeling (2007). Se gostar muito, veja Três é Demais (1998) e A Vida Marinha com Steve Zissou (2004). Indico esta ordem. Só não repare na trilha sonora deste último, com Seu Jorge destruindo as músicas de David Bowie (que já acho superestimadas demais), em adaptações para o português.

Se em Fuga das Galinhas, as protagonistas eram prisioneiras lutando pela sua liberdade, em O Fantástico Sr. Raposo, eles não são tão bonzinhos assim. Sr. Raposo e sua esposa eram ladrões de galinhas, mas, com a gravidez da Sra. Raposo, eles decidem se aposentar dos roubos e levar uma vida mais pacata. Sr. Raposo agora trabalha como colunista de um jornal. Mas ele sente a falta da adrenalina, da aventura. Não quer ser apenas mais um simples pai de família acomodado. Quando ele e sua família se mudam para uma árvore em frente a três fazendas, seu sentimento latente é posto em prática, com a ajuda de um amigo e de seu sobrinho, despertando a ira dos fazendeiros, que farão de tudo para capturá-lo.

O Fantástico Sr. Raposo (Fantastic Mr. Fox) - 87 min
EUA, Reino Unido - 2009
Direção: Wes Anderson
Roteiro: Wes Anderson, Noah Baumbach
Com as vozes de: George Clooney, Meryl Streep, Jason Schwartzman, Bill Murray, Willem Dafoe, Owen Wilson, Wes Anderson, Brian Cox, Adrien Brody



Por: Mattheus Rocha

Postar um comentário

  1. Na verdade, eu gostei das versões do Seu Jorge, achei bem legal mesmo!

    ResponderExcluir
  2. Não é o tipo de filme que desperta o meu interesse. Então, pra não ficar só nisso, deixarei duas dicas de filmes que você PRECISA ver o quanto antes:

    São eles: A Partida e A Onda.

    Na certa, você vai adorar ambos!

    Abraços!

    ResponderExcluir
  3. Parece ser bem legal! boa sugestão!

    Sds
    Kellen

    ResponderExcluir
  4. O blogueiro anda vendo um bucado de filme ein?!
    rsrsrsrs
    Tou brincando, também tou querendo ver esse filme!

    ResponderExcluir
  5. Olá, tenho proposta de patrocinio para o seu site caso tenha interesse entre em contato comigo por MSN: phbrito@windowslive.com

    ResponderExcluir
  6. Thiago, acho a voz do Seu Jorge ótima, mas o trabalho dele uma porcaria.

    Renan, 'A Onda' já está no PC. Verei em breve.

    Levi, o Blogueiro é cinéfilo e tá aproveitando as férias. rsrs

    Abraços !!!

    ResponderExcluir
  7. Porcaria, que nada! Já ouviu o disco "América Brasil"? Preste atenção não só as letras mas também ao suíngue de cancões como Burguesinha, Trabalhador Brasileiro. Além disso, ouça o primeiro (e por sinal, único) disco do Farofa Carioca, cara aquilo ali é música brasileira da melhor qualidade. Já ouviu "A Carne", "São Gonça", "Bebel"? Ouça lá e depois me diz se não é genial.

    ResponderExcluir
  8. Farofa Carioca não é Seu Jorge. Eles continuaram sem o cara. Gosto muito da banda. "A Carne" eu gosto com a Elza. Já ouvi muita coisa dele (não digo que não gosto sem conhecer o trabalho da pessoa). O considero um dos músicos brasileiros mais superestimados.

    Prefiro deixar Seu Jorge com suas burguesinhas, filés, croissants e suquinhos de maçã, porque eu não gosto mesmo. Acho que passa longe, bem longe, de ser genial. Genial é Chico Buarque.

    ResponderExcluir
  9. A onda é uma merda! Bobagem! Porcaria!!! Já A Partida, tirando aquela japonesinha insoça, é assistível!

    ResponderExcluir
  10. Ah.. E Seu Jorge tem a voz e o swing.. Siiim... Mas definitivamente näo é nenhum gênio compondo.. Já o Chico... Ah o Chico... Dispensa apresentação....
    Ja o

    ResponderExcluir

 
Top